25mar 21

RECEITA: SALMÃO AO CREME DE QUEIJO E MARACUJÁ

As carnes harmonizam tão perfeitamente com queijos, que parece que foram feitos um para o outro. Além de combinações óbvias, como os cheeseburgues, há outras possibilidades menos prováveis, que geram uma experiência única de sabor. 

Uma carne que harmoniza super bem é o Salmão, é fácil harmonizá-lo com um queijo leve e fresco, como o Queijo Minas Frescal.

Continue lendo
Por .
24mar 21

CHÁS QUE DÃO ENERGIA E AUMENTAM A DISPOSIÇÃO

Chás que melhoram a disposição

Os chás, de maneira geral, têm fama de ser calmantes e de combater diretamente o estresse e a agitação. Mas no universo das ervas existem tantas opções que acaba passando batido a existência de chás que ajudam também a revigorar as energias, até mesmo para quem gosta ou quer praticar atividades físicas.

Mais do que isso, alguns são recomendados por médicos e nutricionistas para associar a essas práticas. É o caso do chá-verde, que funciona como um dos termogênicos mais poderosos da natureza. Essa propriedade significa que ele literalmente faz o atleta suar mais, proporcionando a produção de energia vinda da queima de gordura presente no corpo. Em outras palavras: ajuda diretamente no emagrecimento.

Continue lendo
Por .
08mar 21

QUANTO VALE SEU TRABALHO? – DOULA

Tem gente que me pergunta: “Nossa, como você pode ser doula se ainda não pariu?” ou “Como vai entender de amamentação se não tem filhos e não amamentou?” Engraçado que ninguém se importa que, muito provavelmente, o ginecologista obstetra homem (cis) que atende partos e o pediatra homem (cis) que acompanha amamentação nos bebês não pariram e nem amamentaram, né? Isso nos mostra o desconhecimento que a sociedade ainda tem sobre o trabalho das doulas e consultoras de amamentação.

Assim começou o relato da Gabriela Torrezani, 29 anos, que em 2015 teve seu primeiro contato com tema sobre parto humanizado. Diante do nosso contexto social, onde o parto está tão desvalorizado é preciso ainda travar muitas lutas para que mulheres possam ter suas escolhas respeitadas e poderem de verdade protagonizar seus partos. Confira, abaixo, o relato da profissional de áudio visual, Co-fundadora do Estrangeiras e agora Doula.

Continue lendo
Por .
25fev 21

MANUAL DO ANSIOSO(A) POR SARAH MILANI

manual do ansioso

Ao me descobrir com ansiedade minha primeira reação foi repelir qualquer contato das pessoas mais próximas como forma de me proteger de possíveis julgamentos que só existiam na minha cabeça.

Quando as coisas foram voltando ao normal ao passo que me sentia segura para retomar meu lugar na sociedade e principalmente na vida das pessoas que eu amo, sentia medo das coisas não serem mais como antes. De ter perdido o meu espaço na vida das pessoas. De ter sido substituída. Fui retomando e me mostrando saudável e me preocupei excessivamente em mostrar que eu ainda era a mesma, que ainda estava ali. Depois dei uma desencanada e entendi que o retorno devia ser gradativo e natural, por mais que às vezes a nossa mente pregue algumas pecinhas para confundir nossa cabeça e nos fazer sentir PRETERIDOS. Isso é muito triste.

Você já se sente meio fora por ter adoecido, sente culpa por ter se ausentado e ainda administra uma sensação de ser pequeno a ponto de perder importância em pouco tempo (meu caso 3 meses).

Continue lendo
Por .
18fev 21

LIVRO: O PODER DO SEU SIGNO

Novo Livro de Chani Nicholas] A astrologia como ponte para o Autoconhecimento

Para a maioria das pessoas, conhecer seu mapa astral é saber mais sobre suas características, aptidões e dificuldades. Mas a aclamada astróloga e ativista feminista Chani Nicholas, reconhecida participante de programas da Netflix, apresenta-nos como a leitura do nosso mapa astral em detalhes e com profundidade, nos dá um panorama muito mais amplo de nossos desafios, de nossa essência e papel de vida. Em “O Poder do seu Signo”, lançamento da editora Pensamento, a autora ensina a olharmos para dentro de nós mesmos a fim de conhecermos nosso propósito de vida e fazermos um pacto com nossa real felicidade.

Ela nos mostra neste guia astrológico voltado ao autoconhecimento que a astrologia não é uma simples terapia, mas uma via de conhecimento sobre sua carta natal, algo maior que o processo terapêutico. Para Chani Nicholas, “a astrologia nos oferece um espelho no qual vemos o melhor de nós mesmos e as oportunidades que temos para crescer”. Isso significa que a leitura de um mapa astral é capaz de expor talentos, desafios e oportunidades de uma pessoa que, a partir dessas indicações, sente-se fortalecida e confiante para trilhar o caminho para a qual ela está predestinada.

Continue lendo
Por .
12fev 21

COMO O BIG BROTHER EVIDENCIOU A ESPIRAL DO SILÊNCIO

Nosso desejo de nos adaptarmos aos outros significa que nem sempre dizemos o que pensamos. Nós apenas expressamos opiniões que parecem seguras.  Isso se resume à “espiral do silêncio”, uma teoria da comunicação humana desenvolvida pela pesquisadora alemã Elisabeth Noelle-Neumann nas décadas de 1960 e 1970. A teoria explica como os participantes do Big Brother Brasil 2021 formam opiniões coletivas e como tomamos decisões em torno de tópicos carregados.

Seja honesta: com que frequência você se sente realmente capaz de expressar suas verdadeiras opiniões sem temer o julgamento? Com que frequência você morde a língua porque sabe que tem uma visão impopular? Com que frequência você evita expressar qualquer opinião por medo de ter julgado mal uma situação?

Continue lendo
Por .
02fev 21

QUANTO VALE SEU TRABALHO? – VETERINÁRIA

Veterinária e zootecnista

Hoje a história que vamos contar é da Médica Veterinária, Sara Osório, a profissional que lida com a saúde e o bem-estar dos animais. Se você não sabe essa área de atuação requer muito estudo e oferece cerca de 80 possibilidades de especialização.

Apesar de ser uma das profissões mais importantes, é tem contrapartida é também uma das mais desvalorizadas, enfrentando muitas vezes a falta de recursos financeiros e a existência de inúmeros dilemas éticos e morais

Continue lendo
Por .
01fev 21

RELACIONAMENTO AMOROSO NA VIDA DO AUTISTA

Conhecer profundamente o TEA (Transtorno do Espectro Autista) é o primeiro passo para as pessoas que desejam estabelecer um vínculo amoroso com um indivíduo autista.

A pessoa com autismo apresenta o desenvolvimento de seu organismo com os mesmos marcadores entre a infância, adolescência e vida adulta de uma pessoa que não é autista. O que muda para esses indivíduos é o repertório comportamental para lidarem com as relações.

Continue lendo
Por .
28jan 21

A LEGALIZAÇÃO DO ABORTO NA ARGENTINA E SUA IMPORTÂNCIA PARA O MUNDO

Legalização do aborto

A América Latina é um terreno hostil para os defensores dos direitos ao aborto e muitas brasileiras, inclusive, procuram o procedimento nos poucos países vizinhos que legalizaram a prática. Embora ainda estejamos longe de dar esse passo por motivos religiosos, a vitória da Argentina significa um avanço não só para aquela sociedade, mas no geral. 

Como mulher, é importante saber que eu tenho o direito de escolha garantido. Muitas mulheres morrem em procedimentos clandestinos e não contam com apoio da família ou do Governo.

A legalização é uma abertura para muitos outros debates que o presidente Alberto Fernández, um crítico das leis tradicionais da Argentina que restringiam o aborto, vem levantando como igualdade de gênero e direitos de gays e transgêneros. 

Continue lendo
Por .
26jan 21

VELHICES IGNORADAS: A LONGEVIDADE DOS LGBTQIA+

 A longevidade dos LGBTQIA+ no Brasil

Por Layla Vallias

“O gay idoso é mais solitário. Os heterossexuais ficam mais tempo casados; têm filhos e netos. Nós somos mais sozinhos. Sobre a idade, sofro mais preconceito por ser idoso do que pela homossexualidade”, afirmou José Victor, empreendedor, criador da Blue Space, em uma entrevista concedida em 2018 ao programa Chá dos Cinco. Como pesquisadora de Longevidade e Economia Prateada, estou sempre alerta a temas que permeiam o universo do envelhecimento populacional, sobretudo, os que envolvem análises de comportamentos sociais. E, esse depoimento, dá margem para muitas reflexões relevantes para o país.

Há anos tenho pensado sobre as velhices ignoradas. Quando analisamos o Brasil, vemos que o ageísmo – preconceito baseado na idade e que atinge, especialmente, os 60+ – tem comprometido a qualidade de vida, a saúde (física e mental), a empregabilidade e as políticas públicas voltadas aos maduros. Temos um contingente considerável de excluídos pela nossa fixação, como sociedade, pela juventude. Enquanto gastamos um tempo precioso de vida e de planejamento, falando sobre os Millennials, o mundo envelhece. E, nesse contexto, há os que são ainda mais prejudicados por essa miopia social. Estou falando dos LGBTQIA+.

Continue lendo
Por .