15maio 14

O Tinder e o amor

Tinder

Bem, deixando bem claro: não sou usuária do Tinder, nunca baixei o aplicativo, mas conheço inúmeras pessoas que o fizeram. Eu havia ouvido diversos comentários sobre como as pessoas neste app só querem pegação, ninguém ali está em busca de um relacionamento sério, exceto é claro, por um amigo meu que vou intitular de Toby.

A primeira coisa que chamou sua atenção foi o fato de no aplicativo você só falar com quem você escolhe, e de a foto ser a mesma do Facebook (isso filtra pessoas mal intencionadas que querem colocar suas pirocas como fotos de perfil). Fazia 8 meses que ele havia terminado com o namorado, foi um relacionamento cheio de complicações, que causou muita mágoa, mas embora tenha saído de um relacionamento traumático, o fato de querer encontrar alguém com as mesmas afinidades sempre se manteve intenso.

Por achar que o app era somente para héteros, acabou demorando para aderir a novidade. Fez uma conta, mas nunca chegou a marcar nada com ninguém. Para ele, as pessoas só estavam afim de pegação (o que não é necessariamente uma mentira, mas não se aplica necessariamente a todos). Depois de duas semanas ele resolveu voltar, assim, como quem não quer nada. Foi quando ele viu seu atual “boy magia”, ambos se curtiram e iniciaram uma conversa.

Não dá pra dizer que todo mundo lá quer necessariamente “fazer um lanchinho”, assim como não dá pra generalizar e dizer que as pessoas lá querem compromisso sério. Já faz um mês que o meu amigo Toby e seu “boy magia” estão juntos.

Acho que tudo é uma questão de ser sincera(o) consigo mesma(o), e SABER EXATAMENTE O QUE VOCÊ PROCURA. Esse é o filtro mais importante na hora de se relacionar, só assim poderá achar a pessoa ideal.

Se interessou? Quer baixar aplicativo:

Google Play e Itunes

Por .

Comente pelo Facebook

Comentar