22maio 14

Confusões de um coração apaixonado

casal

Às vezes me bate uma tristeza profunda, um desejo de dormir e nunca mais acordar. Sabe, sempre fui muito segura de mim, nunca dependi dos outros e com o tempo aprendi a não depender emocionalmente. Meu ex namorado costumava dizer que não gostava quando eu ia pra minha casa, porque eu não lembrava dele, ele dizia que eu aprendi a viver sem ele.

No fundo eu sabia que era verdade, eu aprendi que consigo suprimir minhas emoções, quando a gente apanha muito da vida aprende que a melhor defesa é o ataque, então eu preferia magoar do que ser magoada, coisa de ego.

Mas e quando aparece alguém capaz de mudar sua cabeça e te fazer dependente? E quando você se vê fazendo planos de coisas com as quais nunca sonhou, e quando esses sonhos não dependem só de você?

É como um sonho bom que não se pode sonhar pra sempre, e se eu acordar? E se tudo não passar de uma fantasia?

Sabe o que é sentir que sem aquela pessoa seu mundo pode cair, porque tudo em que antes você acreditava já não importa mais?

É assim que me sinto, doente de amor. Como uma adolescente planejando o futuro e torcendo pra que não esteja longe. E bate um medo, um pavor, uma incerteza. Uma vontade de congelar o tempo naqueles momentos que com ele são eternos.

Eu li uma matéria com 13 tipos de homens que você vai conhecer antes de encontrar o cara certo. Daquela lista conheci só metade, e não preciso encontrar mais nenhum pra saber que é com ele que quero viver pra sempre. São os 13 jeitos dele que eu quero conhecer e sei que cada momento dele eu vou amar.

Meu medo não é maior que meu amor.

Por .

Comente pelo Facebook

Comentar