13mar 14

Como saber se ELA está a fim?

Azul é a cor mais quente

Foi dia Internacional da Mulher, nós que conquistamos vários direitos, dentre eles o de amar pessoas do mesmo sexo.  Mas todo auto descobrimento chega carregado de dúvidas, seja daquelas que são homossexuais, bissexuais ou apenas curiosas e uma delas é “Como saber se ela está a fim de mim?”.

Como eu não tenho a resposta resolvi consultar algumas amigas que mais do que simplesmente curtirem o mesmo sexo, curtem o ser humano independente da sua forma. Por mais que seja difícil aplicar uma regra geral para descobrir o que de fato as mulheres querem (se para os homens já é difícil nos entender, imagine pra nós mesmas), existem sinais que tornam médio fácil essa percepção.

Segundo Gabriela Torrezani, bissexual assumidíssima, mais pro lado lésbica do que pro lado hétero segundo ela.  “Às vezes uma garota heterossexual pode parecer estar dando mole pra você mas ela não está, porque, enfim, ela não tem o interesse. Muitas vezes tentamos algo com alguém de orientação sexual oposta e vamos levar um fora – o importante é saber ouvir o não e nunca ser agressivo para jamais magoar a pessoa, isso vale também pros homens que chegam nas mulheres e não sabem lidar com rejeição!”.

Ainda segundo ela, existem alguns indícios que podem significar que a pessoa está afim, isso claro, varia de uma situação para outra. “A garota aceitar ir pra pista dançar com você também é uma dica de que está afim. A minha namorada sempre diz que ela sabia desde o começo que eu estava muito interessada nela porque, quando conversávamos, eu não conseguia parar de olhar pros lábios dela, Juro que não fazia de propósito e claro que isso é uma ação pessoal, mas pode ser mais uma pista”, afirma.

Outra situação bastante comum de acontecer é se interessar por uma garota que se considera hétero, mas que dá indícios de estar interessada, nesse caso as possibilidades são imensas. Ela pode realmente estar afim de você, pode estar só sendo legal (o que é muito fácil de confundir), ou pode estar atrás de uma nova experiência.

Com a Gabi aconteceu assim:

“Uma vez eu fiquei afim de uma amiga de anos. Sempre fomos próximas, ela sabia que eu era bi e eu sabia que ela era hétero. Estávamos há alguns meses sem nos ver, e quando nos encontramos tudo foi muito legal e voltamos a conversar bastante pela internet. Nessas conversas, falávamos das coisas que tínhamos em comum, ela me contava dos casos dela com garotos e eu contava dos meus com garotas. De uma hora pra outra ela começou a parecer muito interessada nesses meus casos com garotas, e perguntar detalhes que ela nunca havia perguntado antes. Já achei isso meio estranho. Ela soltava umas indiretas leves, que me confundiam muito. Eu não sabia se ela estava mesmo afim ou se só estava sendo minha amiga íntima, como sempre. Me mandava mensagem de texto o dia todo, me ligava pra conversarmos toda noite. Um dia saímos, dormi na casa dela e não rolou nada – fizemos nosso rolê de amigas, como sempre. Mas eu comecei a achar que os toques estavam um pouco mais frequentes – o que também é ambíguo, já que eu sempre fui muito próxima das amigas, sempre nos abraçamos e etc. No dia seguinte saímos de novo, bebemos, e aí ela me abordou e ficamos. Foi muito legal. Ficamos juntas por uns meses numa relação de namoradas-melhores-amigas. Depois não deu certo, e ela hoje se considera bissexual. Mas ela poderia continuar sendo hétero, porque uma experiência não determina orientação sexual.”

A Thais namora a Na, que antes de ficar com ela sempre se considerou heterossexual e nunca teve interesse em mulher. Com elas a relação começou com amizade e foi evoluindo de um jeito que mal esperavam. Pra Thais as coisas nunca foram  simples, identificar se a menina estava afim ou não, nunca foi a tarefa mais fácil do mundo, isso porque ela não sabia diferenciar. Sempre que se envolvia com alguém eram amigas e segundo ela, nunca precisou chegar em uma mulher.

“Com a Na por exemplo foi basicamente isso, tínhamos uma amiga em comum, nos vimos em uma festa, mas nem prestamos atenção uma na outra, e no dia seguinte a Na me add no face. Conversamos aproximadamente 1 mês, inicialmente pelo Facebook, trocamos celular, mas nada demais, conversas do dia-a-dia. Quando trocamos o número de celular, as mensagens ficaram mais íntimas, rolava um “bom dia”, começou a rolar um “boa noite”, e ate que um dia eu cheguei pra ela e disse que tinha alguma coisa estranha, porque a gente se falava sempre, e eu comecei a sentir falta quando a gente não se falava, e ela concordou comigo. Marcamos de sair, mas foi uma coisa muito estranha, eu sou absolutamente tímida, e a Na é de um jeito mais simpática. Ficamos horas olhando o lago do ibirapuera sem conversar, quando eu falava, era pra contar das minhas aventuras pelo mundo, e a Na só sabia dizer que eu era louca. Fomos ao cinema, e ela pegou na minha mão, só então rolou um beijo, mas em nenhum momento foi algo como “eu estou afim de você”, foi a intimidade que meses de conversa fizeram aquilo acontecer, aquele momento.”

Assim como os homens, também tem mulheres que só querem saber de pegação. Dizer que as mulheres só se envolvem por causa do sentimento é bobagem. Mas uma coisa que não muda é o fato da mulher gostar de ser conquistada.  Pra Thais da pra perceber a diferença de uma simples amizade e do real interesse. “Uma conversa de amigas existe uma intimidade mais leal. Quando rola um flerte, não existe a cumplicidade, existe a conquista”. Uma dica é prestar atenção se ela fala que já foi cantada por mulher, isso pode ser um teste só pra ver sua reação.

Não estamos respondendo os comentários desse post por que são muito. Pedimos desculpas!

Por .

25 Comentários

  1. Tamires

    23/3/2015 às 20h14

    Gostaria que você me ajudasse.
    Tem uma garota no serviço e quase todos os dias nos encaramos olho no olho, já cheguei a perceber que sempre que possível ela encosta em mim, da minha parte rolaria pq não consigo parar de pensar nela, apesar de mesentir atraída por garotos tbm. Não sei se isso é algo da minha cabeça até pq ela se considera heterossexual, mas um dia uma amiga brincou e disse que eu precisava arrumar um namorado e perguntou pra ela se ela não concordava com a idéia,ela disse que não sabia levantou e saiu da sala em que estávamos e o mais recente foi qnd estávamos arrumando as coisas do serviço e eu brinquei com ela dizendo que ela tinha jogado as caixas no chão de propósito pra deixar bagunça aí ela virou e disse que era pq ela gostava de deixar bagunça pra mim poder ajudar ela a arrumar .Essas coisas dela me deixam confusa.

    • Andressa Roeder

      26/3/2015 às 23h57

      Oi Tamires, tudo bem?

      As vezes vale a pena você chamar ela pra sair e conversarem, já que sinais ela também está dando. Dá uma oportunidade de vocês ficarem mais sozinhas e quem sabe rolar algo. Não precisa abrir o jogo com ela nem nada pois se for algo da sua cabeça pode assustar ela, então chama e deixa ela se aproximar caso ela tenha interesse.

      Espero ter ajudado.

      Beijos

  2. Tamires

    11/6/2015 às 22h07

    Olá Andressa sou eu de novo.
    Então ainda não criei coragem pra falar com ela.
    Mas novamente novamente me ceio outra situação difícil, nos trabalhávamos juntas e a empresa dispensou o pessoal e como somos amigas disse que demoraria para reunir os amigos de novo, com isso ela soltou “um acho que quando você quiser marcar algo eu topo, quando quiser aí chamei ela pra ir ao cinema ela disse pra pra marcar mais mais já mais já faz dois dias que não me fala mais nada nem que sim nem que não, e nem outros assuntos.To ficando doida com ela.

    • Andressa Roeder

      12/6/2015 às 10h35

      Oi Tamires,

      Mas chegou a rolar alguma coisa? Ou foi só a companhia? As vezes ela tem medo apenas. Tenta dar um espaço pra ela, as vezes é bom!

      Qualquer coisa me fala. Se preferir me manda um e-mail ou me adiciona no face pra não ficar tão publica essa sua história.

      Beijinhos,

      Andressa Roeder

  3. Pri

    17/6/2015 às 20h03

    Olá… no meu caso é a minha chefe q fica me encarando e as vezes, sinto q ela me olha com ternura. Uma vez ela me fez um carinho no braço enquanto me ensinava o serviço e percebi que ela fez questão de me ensinar. Uma vez eu evitei de olhar pra ela e eu a senti aborrecida. Eu comentei que ia pedir as contas e ela passou a me olhar com tristeza. E uma coisa q me chamou atenção; o setor q eu trabalho agora vive mto limpo e com menos serviço, parece que ela quer me dá boa vida….Será que é o que eu acho????

    • Andressa Roeder

      19/6/2015 às 13h23

      Oi Pri!

      Pra mim, o sexto sentido é sempre um bom indicador de tudo, mas as vezes pode ser que ela apenas goste de você como pessoa/amiga. Apesar dos sinais é bom ficar mais atenta para sinais mais certos. Acho que se você está afim, pode uma hora corresponder e ver se ela retribui novamente.

  4. Luciana

    18/6/2015 às 23h19

    Conheci uma lésbica assumida que se traja como um rapaz sintir uma atração louca pro ela.
    Passei 16 dias perto dela, e ficamos uma noite
    A gente bebeu muito e na hora do sexo eu travei e disse que ia fazer amor com ela bêbada. Assim dormimos juntas e eu fui pra casa.
    Depois desse dia não rolou mais nada faz 8 dias que voltei pro meu estado, converso com ela todos os dias pelo whatsapp.
    Não sei explicar se ela ainda quer ter algo comigo. Fico confusa combinei de volta pra cidade dela em novembro mais tenho medo dela não me quere como eu a quero. A final sao 1900 km de distância. Pra ficar com ela. Me ajuda será que ela gosta de mim?

    • Andressa Roeder

      19/6/2015 às 13h09

      Oi Luciana, tudo bem?

      Então, distância é sempre um “problema” principalmente no começo das relações, mas se vocês tem se falado todos os dias, já devem ter um conhecimento sobre a outra bacana e uma intimidade boa.
      Acho que vale você abrir o jogo com ela e perguntar sobre os sentimentos dela para saber se ela está na mesma vibe que você.
      Acredito que vai ser difícil, mas se há sentimento, tudo vale a pena.

      Qualquer coisa pode falar comigo.
      Grande beijo.

  5. Quel

    19/6/2015 às 21h48

    Ei Andressa, tudo bom? Então, To a procura de uma resposta, espero que me ajude. Tenho uma amiga lésbica, gosto muito dela, nos vemos todos os dias na escola e nos falamos todos os dias, ela sempre foi carinhosa comigo e nunca vi absolutamente nada de errado nisso, só que ultimamente ela anda mais carinhosa que o normal, procura me abraçar sempre, mexe no meu cabelo, pega na minha mão e os beijos no rosto são bem constantes, ela sabe que tenho namorado mas ela não se incomoda com isso, também não me incomodo, até porque eu mesma sempre fui e sou muito carinhosa com minhas amigas. Será que ela ta afim? Nao gostaria de ter que afastá-la de mim por causa disso, a considero muito… Não queria simplesmente deixar de abraçá-la e continuar abraçando o resto de nossas amigas, não quero que ela se sinta diferente, mas tenho medo dela estar afim e eu estar alimentando esse sentimento. O que você acha?
    Desde já agradeço muitíssimo!! Beijosss

    • Andressa Roeder

      23/6/2015 às 10h37

      Oi Quel,

      É uma situação complicada, com certeza. Particularmente, acho que se você é carinhosa com todas suas amigas assim e ela também, pode ser apenas uma situação normal de uma amizade boa. Se ela está gostando de você sabendo que você namora e ainda por cima não sendo alguém do mesmo sexo que ela, acho que ela deve saber distanciar mesmo se estiver afim.

      Acho que depende mais do que “você” quer do que do que ela sente nesse caso. Se você não quer que ela continue sentindo algo que talvez esteja sentindo, o ideal é você conversar com ela, abrir a real e falar que você adora ela como amiga, mas que as vezes sente que ela possa sentir algo a mais por você e não quer que isso atrapalhe a amizade de vocês enquanto há possibilidade desse sentimento aumentar. Ou simplesmente aceitar que é apenas um jeito de ela ser sua amiga.

      Eu, do jeito que sou transparente com tudo, com certeza sentaria e conversaria. Acho que quando as coisas são mais claras, a chance das pessoas se machucarem são muito menores.

      Boa sorte viu?
      Pensa que mesmo que as pessoas quando gostam da gente de forma diferente da que sentimentos, nem sempre elas se machucam por isso… as vezes elas tem esse sentimento já conformadas com a situação. Mas se você sente que não é isso, o melhor sempre é conversar. Nunca é bom perder amigos de verdade por coisas assim e se vocês são amigas, tem intimidade pra esse tipo de conversa.

      Beijinhos e espero ter ajudado.

  6. gi

    1/7/2015 às 22h50

    Oi

  7. gi

    1/7/2015 às 23h19

    Oi gostaria de tirar uma dúvida… Estou afim de uma garota que curte ficar com meninas mas minha dúvida é que eu acho que ela gosta de meninas que se vestem mais femininas e eu tbm gosto. O jeito dela é meio “maloca” o problema é que ela se veste como uma menina bem feminina fico confusa se ela gosta de menina com estilo mais largado que é meu caso ou mesmo se vestindo como uma menina prefere meninas mais femininas, isso me confundi muito!

    • Andressa Roeder

      2/7/2015 às 14h16

      Oi Gi, tudo bem? Sua dúvida me deixou meio confusa na verdade. Mas acho que independente do que ela goste, ninguém deve mudar seu jeito ou estilo por ninguém. Se ela estiver afim de você, vai curtir você da forma que você é se vestir. Se aproxima mais e perceba nos detalhes se ela está afim, mas não pense em mudar o que você é por ninguém. Espero ter ajudado.

      • gi

        3/7/2015 às 21h54

        Obrigada *-*

  8. Fatima

    2/7/2015 às 12h48

    Oi Andressa preciso de um opinião, sou lésbica e estou com uma dúvida. Tenho dificuldade de reconhecer pessoas bi, eu faço academia perto do meu trabalho, antes de ir trabalhar vou malhar, faço por fazer uma “obrigação” indicado pelo médico.. Então não é um lugar que vou por prazer e eu sou uma pessoa mt desligada não presto atenção em nada vivo no mundo da lua .. Um dia desses estava eu lá em um equipamento malhando percebi que uma pessoa passou me olhando, no outro dia percebi novamente até pensei cmg “outro perfil de garota que eu não gosto me olhando” ai esqueci nem me toquei mais… No outra vez eu vi ela me olhando de novo ai prestei atenção e vi que. Menina era bem atraente.. Com passar dos dias começávamos nos olhar e nos procurar na academia, olhávamos e disfarçávamos um certo dia resolvi passar perto sabendo q ela ia olhar resolvi encarar e ela a baixou a cabeça… Um dia cheguei ela estava lá no vestiário ela falou”bom dia” e eu soltei um “oi” ai mesmo tempo foi engraçado.. Ai ficamos um tempo sem se falar e sem dizer nada.. Até que resolvi fazer questão de dar “oi” todos dias pra ela… Semana passada fiquei planejei tudo pra abordar essa menina na hora de ir embora mais nunca da certo sempre acontece algo.. Ai ela foi pela rua de cima e eu pela rua de baixo e percebi q ela ficou olhando para onde eu estava indo e acabei entrando no meu serviço e ela olhou.. Parece que vou incomodar se eu a abordar lá academia até pq ela leva a serio ela se concentra e faz tudo certinho mais abordar fora nosso horários não batem e eu sou travadona tímida não sei o que fazer pq tenho medo de estar conundindo as coisas, vai que ela é hetero ela é bem feminina .. Esses dias estava eu no meu trabalho e vi a hora q ela saiu da academia olhando pra onde eu trabalho não sei se são indícios não sei o que fazer pra chegar nessa menina sem ser imprudente

    • Andressa Roeder

      2/7/2015 às 15h53

      Oi Fátima, tudo bem?
      Acho que o “gaydar” sempre dá uma ajudinha. Ela pode apenas estar te olhando por admiração sim, mas difícil ser só uma admiração se ela olha sempre. Acredito que nesse caso é como num relacionamento hetero, se a pessoa olha demais é flerte (na maior parte dos casos). Sei que é super difícil puxar assunto em academia, mas as vezes saindo puxa assunto do tipo: “A gente sempre malha no mesmo horário, qual seu nome?” e deixa desenrolar. Acho que depois que você tem essa abertura para conversar é mais fácil ver se ela está afim mesmo. Puxa assunto como amiga e vai vendo como rola. Não sou nenhuma profissional em relacionamento, mas é o que eu faria.

      Boa sorte! :*

  9. camila99

    12/7/2015 às 02h43

    Oi. Então, tô passando por uma situação meio complicada. Tô sentido um desejo enorme pela minha amiga, já estamos na amizade a três anos, e só agr vim observar como ela é linda, sensual, meiga. Enfim, por enxergar ela tão como minha amiga, deixava passar em branco todas essas coisas. Sou bissexual(apesar de preferir me relacionar com mulheres do q com homens, mas tenho namorado e gosto muito dele) e já tive uma relação homossexual.
    Mas essa minha amiga se diz hetero, e tenho certeza q ela nunca se envolveu com uma pessoa do mesmo sexo. Hj estávamos brincando do jogo verdade ou consequência, e na maioria das vezes ela só me fazia perguntas picantes, perguntas bem atrevidas msm como ela nunca fez nesses três anos e no final quase que falo que sou bi pra ela, mas não tive coragem. Ela sempre me manda msg , sempre tá perto de mim.
    Eu sei q agindo da maneira certa talvez eu possa despertar uma atração física nela e é por isso msm que estou aqui, preciso da ajuda de vcs. Devo investir nela? Se sim, me dá algumas dicas por favor.

    Desde já muito obrigada!

  10. Gio

    12/7/2015 às 05h29

    Oi, Andressa. Tudo bem?
    Assim como as outras vim pedir conselhos rs
    Eu sou lésbica e apesar de ser assumida não me enquadro nos “clichês” ditos pela maioria dos sites voltados para o nosso público quando se pesquisa “como saber se ela é”, o que dificulta para mim ser reconhecida por outras meninas lésbicas/bi. Para dificultar um pouco mais sou bastante tímida.
    Eu comecei a malhar a 3 meses e logo de cara, quando vi a professora, meu gaydar explodiu. A achei linda e na minha cabeça tinha certeza que ela era sapinha tb. Posteriormente, soube por ela mesma que ela já havia morado junto com um cara por um tempo, pesquisando nas redes sociais eles parecem ter se separado a poucos meses. Eles são sócios na academia e parecem ter um relacionamento cordial.
    Percebi que ela toca bastante nas alunas (principalmente nas novatas) para endireitá-las, como nunca fiz aula em nenhuma academia antes, não sei dizer se a intensidade é comum. Porém, a algumas aulas ela me tocou no braço sem muito contexto, apenas para mostrar que as mãos dela estavam frias.
    Um dia, ela tava passando vários exercícios já no fim da aula e uma aluna antiga disse que ela precisava namorar e ela concordou (o que eu reparei é que a aluna não denotou gênero, quando se fala com mulher geralmente se diz que ela precisa de um namoradO).
    Mês q vem haverá algo como “o dia fitness”, que ocorrerá numa chácara, com exercícios, brincadeiras e herbalife. Então, a professora disse: a gente vai fazer pesagem antes e depois e quem perder mais peso (meio babaca isso aí) vai me levar pra jantar (só tinha mulher na sala, apesar dela ter alunos homens em outros horários). Continuou dizendo: vocês podem levar namorada (novamente, só tinha mulher na sala), namorado, amigos…
    Para o meu desespero e coração partido, ontem, em uma festa junina, uma outra aluna dela (que só fala em homem) perguntou onde estava o boy magia dela. Ela respondeu que ele não pôde ir, pois estava em (insira uma cidade aqui). Meu amigo disse que não quer dizer nada e que pode ser uma resposta automática de alguém que está no armário.
    Ela é toda linda, gentil, delicada e feminina. A família dela parece ser bem tradicional e rígida em relação a homossexualidade, mesmo que ela pareça ter uma ótima relação com a mãe.
    Não tenho whats e ela quase não usa facebook, manter uma conversa por meios tecnológicos é um pouco difícil.
    Ficou enorme, desculpe. Mas eu realmente quero ficar com ela, ou pelo menos, quero saber se ela curte mulheres. Você tem alguma dica que possa me ajudar nessa situação? Tô perdidona.
    Abraços 🙂

  11. Sofia

    15/11/2015 às 20h18

    Oi! Minha situação è a seguinte. Vivo com uma amiga há 2 anos e meio, que sempre gostou de homens. De há uns tempos para trás a nossa relação de amizade deteriorou muito! Ela passou a implicar sempre comigo, até pensei que ela quisesse que eu saísse de casa mas diz que não. Discutimos muito e sempre que isso acontece ela chegasse muito perto de mim. Inicialmente, até tnha receio que ela me batesse mas percebi que não, que n era o caso. Há uns tempos veio com a conversa que uma amiga dela se declarou para ela e que secalhar vai experimentar esse lado. Fiquei sem saber o que dizer, mas disse lhe que se ela o queria que fazia bem em experimentar . ela sabe que sou herero mas que tenho a mente aberta. Só que a partir daí reparei que ela parece ter ciúmes meus, e diz coisas do género “se te pudesse dar um beijo na boca”. Só que eu acho sempre que ela está a brincar e rio disso. Também reparei que ela tem dificuldade em olhar-me nos olhos, mas já a apanhei a olhar para mim disfarçadamente. Não sei o que pensar sinceramente. A nossa relação já n è o que era e n me sinto confiante para lhe perguntar se sente alguma coisa por mim. Que sugere??

  12. Paula

    21/11/2015 às 22h13

    Eu conhecia ela há um tempo, nunca fomos amigas e nem próximas, ela namorava um cara e eles eram aquele típico casal legal que terminaram porque ela viajou por um ano mais ou menos. Durante esse um ano, sei lá, troquei algumas mensagens com ela e me esqueci completamente que ela existia até ela voltar. Merda. Ela voltou e meus sentimentos por ela ficaram maiores…a vontade de sempre querer ir pros mesmos lugares que ela fosse, a vontade de saber com quem ela está, com quem ela saiu, etc. Eu nunca me senti atraída por uma garota, mas ela conseguiu fazer isso comigo muito fácil eu só não sei se isso tá sendo recíproco de alguma forma. Eu sei que ela já ficou com meninas. Diariamente eu me pergunto se não é coisa da minha cabeça…se eu estou viajando, mas juro que eu sou muito intuitiva e sei exatamente quando um olhar significa outra coisa. Então vamos lá pras situações.
    1º) A primeira festa que comecei a observar que podia ser algo mais, foi quando ela tava bêbada, e ela começou a me olhar diferente, ela pegava na minha mão do nada e ficava segurando…fumava o cigarro da minha mão, sei la.

    Logo depois dessa festa, inventaram que a gente tinha ficado ou que ela tinha chegado em mim hahauha e apenas rimos da história.

    2º) Outra vez a gente ficou dançando super próxima, mas sempre com esses olhares..
    3º) Esse dia foi o melhor desde que comecei a sentir essas coisas…a gente saiu e eu ja tava bebada, só que ela sobria..e a gente ia embora e eu acabei indo pra casa dela, dormi no colchão e tal. Mas ai no dia seguinte eu fiquei o dia todo com ela, saimos pra almoçar, depois viemos pra minha casa, aí sim os olhares estavam bem mais fortes, ela olhava pra minha boca enquanto conversava comigo de perto, e eu tambem fazia o mesmo. Só que nao estavamos sozinhas em casa…a gente saiu depois e eu troquei de roupa e deitei…ela olhou pra minha calcinha e quando vi que ela estava olhando, ela desviou rapidamente…

    4º) Eu fiquei com um cara e não contei pra ela, e ela acabou descobrindo..foi meio estranho a reação dela. E ele me chamou pra uma festa esses dias ai fui convidar ela pra fazer algo e ela disse: “ah agora vc me convida? vc nao vai com seu AMIGO? ja fiz planos”. E eu trouxa deixei de sair com ele pra ir com ela em outro luga rahahha

    Não sei se tudo isso é coisa da minha cabeça, tipo, será que uma amiga sem interesse nenhum me olhasse assim ou fizesse essas coisas eu ia reparar? Será que to reparando porque eu to afim dela?

    Ao mesmo tempo que isso acontece nos finais de semana, durante a semana é sempre uma tortura..eu nunca vejo ela. Ela mal fala comigo no whats, eu tambem evito de puxar muito papo pra nao me apegar ainda mais…As vezes eu sinto ela meio fria, como se eu nao tivesse importância nenhuma pra ela. Igual hoje ela veio no meu predio e nem bateu aqui em casa ou avisou que estava aqui. Chamei ela pra fazer alguma coisa e ela disse que tava em uma social..e tipo ela nem me chamou pra ir com ela…o que mostra que ela não faz tanta questão..é isso, to confusa e ao mesmo tempo uma merda estar nessa situação.

  13. Roberta

    2/12/2015 às 22h22

    Eu tenho uma amiga que quando a vi pela primeira vez me encantei, hoje isso já é paixão, sou apaixonada por ela faz alguns anos. No começo eu ficava em cima, estava sempre pedindo uma chance, e ela não dizia nem que não e nem que sim, sentia até ciúmes de uma namoradinha que eu tive na época, de algumas meninas que eu fiquei. Até que eu conheci uma menina e comecei a namorar, e por conta disso perdi totalmente o contato com ela. Depois que terminei esse meu namoro voltamos a nos falar, não a mesma coisa de antes mas deixei escapar de propósito que ainda sou interessada nela, e ela disse que eu era amiga dela. Depois disso parei de falar e converso com ela só quando ela me chama, mas nem dou em cima nem nada. Eu sempre achei que antes da gente se afastar ela tinha vontade de ficar comigo. Ela já até me disse estar confusa uma vez. Talvez tivesse medo. Quero ficar com ela, já demos um selinho em uma brincadeira com amigos e depois quando ela estava bêbada dando selinho nas amigas, mas não sei como faço pra saber se ela pode se interessar por mim sem demonstrar muito que eu quero. E sem levar um fora daqueles, não quero perder a amizade dela.

  14. carol

    6/12/2015 às 00h09

    Olà tudo bom? Gostaria que voç me desse uma anjuda , tenho 15 anos
    E tenho duvidas se minha professora e lesbica, ela sempre me olha nos olhor por mais de 5 segundos , quando dou confiança pra outras garotas da minha sala , ela acha ruim fc falando rum rum tipo eu n estou gostando, me trata de uma forma diferente e tals, em fim eu to gostando mt dela oque faço? ela ta afim ?

  15. carol

    6/12/2015 às 00h15

    Ela tem 2 filhas e casada , o caso mais recentemente que aconteceu, foi que ela piscou o olho pra mim, fc mordendo os labios tipo me provocando , se a baixa na minha frente e talz , na hr de da visto no meu caderno ela tem sempre que encostar em mim, me ajuda deis de ja obgd!

  16. Bruna

    10/2/2016 às 01h38

    Oie.nunca fiquei com mulheres mas, sempre senti atração. Bom,aconteceu um fato curioso no meu trabalho, eu trabalhava perto de uma menina casada e no inicio nós não eramos proximas, mas com o passar dos dias fomos conversando mais e assim ficando mais proximas. Mesmo eu nunca tendo ficado com meninas algumas pessoas achavam que eu tinha um jeito de lesbica. Eis que essa garota chegou a perguntar algumas vezes se eu era lesbica. e eu sempre dizia que não. Ate que um dia quando estavamos só eu e ela trabalhando proximas, ela falou que tinha algo pra me perguntar, e fez perguntas do tipo: se eu tava apaixonada por alguem, se eu ja tinha me apaixonado por alguem, enfim
    E no final ela me falou… ah eu tenho uma coisa pra te falar… e tipo ficou um minuto em silencio e falou: eu estou apaixonada por vc’ E eu falei: Tá louca sapatão rs e ri bastante e ela ficou irritadissima
    Mas a verdade é que eu nunca acreditei que fosse verdade tanto q eu rapidamente fingi que nada tinha acontecido, mudei de assunto

  17. Hortência

    7/3/2016 às 12h55

    Gente meu caso é o seguinte, conheci ela a um tempo atrás por termos amigos em comum, começamos a se falar direto pelo face praticamente todos os dias ela ficava jogando indiretas e eu tbm depois de um tempo marcamos de se ver aí conversamos bastante fui embora e não rolou nada, no dia seguinte meus país foram viajar aí fui encontrar ela e veio ela e um amigo para minha casa, ficamos bebendo conversando até no outro dia de manhã aí quando fomos deitar ela me pediu um beijo se beijamos fomos para meu quarto e aí comecamos a se beijar etc só que derepente a gente parou, dormimos depois passamos o dia juntas ela.fazendo carinho em mim eu fazendo carinho nele e.foi isso. Depois desse dia a gente não parou mais de se falar se falamos todos os dias conto tudo que acontece comigo ela conta tudo que acontece com ela, e ela meio que depois que a gente ficou descobrir que ela.fica sério com uma menina mais que mesmo assim sai e fica com outras, ela me conta tudo desabafa e eu tbm conto tudo pra ela e desabafo tbm a gente se vê direto toda semana saimos pra beber etc mais quando estamos conversando pelo whats por telefone ou pelo face ele fica jogando indiretas pra mim.que amou ficar.comigo aquela vez que a gente ficou que a gente ainda vamos dormir ji tas de novo que quandoe ver vaie beijar etc. Mais aí quando a gente se vê nem ela chega em mim e nem eu chego nela a gente fica conversando normal.as vezes damos uma olhares pega na mão ou coisa do tipo mais não sei explicar fico meia que s graça e ela tbm as vezes acho que ela quer ficar comigo e as vezes acho que não devido. Algumas.conversar que a gente tem.de meninas que ela quer ficar ou já ficou e eu a mesma.cooisa, to confusa por que por celular as vezes a gente tem umas conversar de ficar se pegar etc e as vezes nossas conversar são totalmente diferentes, to confusa não sei oque fazer ou oque pensar quero muito ficar com ela de novo ela fala que vamos ficar mais quando a gente se vê e estamos juntas ficamos sem.graca e não tocamos nesse assunto e nem.tentamos uma ficar com a outra. Me ajudem oque será que ela quer ou oque será que eu faço que to confusa demais não sei oque fazer ou pensar.

Comentários fechado!