Posts publicados na categoria Cinema

10jun 14

O Grande Hotel Budapeste (2014)

O-grand-hotel-budapeste

Pude assistir ontem o filme “O Grande Hotel Budapeste” que estreia nos cinemas no dia 3 de julho.

Dirigido por Wes Anderson e com roteiro feito por Hugo Guinness, Stefan Zweig e Wes Anderson, o filme conta com um elenco incrível: Jude Law, F. Murray Abraham, Tilda Swinton, Harvey Keitel, Mathieu Amalric, Saoirse Ronan, Bill Murray, Owen Wilson, Edward Norton, Jeff Goldblum, Adrien Brody, Jason Schwartzman, Bob Balaban, Tom Wilkinson, Willem Dafoe, entre outros.

O-grand-hotel-budapeste-atores

Sinopse

No período entre as duas guerras mundiais, o famoso gerente de um hotel europeu conhece um jovem empregado e os dois tornam-se melhores amigos. Entre as aventuras vividas pelos dois, constam o roubo de um famoso quadro do Renascimento, a batalha pela grande fortuna de uma família e as transformações históricas durante a primeira metade do século XX.

o-grand-hotel-budapeste-cena

Crítica

Enredo / Montagem

O filme me lembra muito “As aventuras de Pi”, muito mesmo. Saí do cinema me perguntando se era o mesmo diretor e não é, mas é muito inspirado tanto em fotografia como o formato da narração.

A história é engraçada, bem dividida de forma que não cansa e com uma montagem muito bem colocada. De forma “séria”, o filme tem sua comédia não só na história, mas principalmente nos cortes das cenas e nos jogos de câmera.

O filme não é uma comédia canastrona e nem besteirol, é feito de forma inteligente, sendo um filme para a família toda.

Não é uma grande história para sair e pensar, mas é um filme muito gostoso para assistir.

Fotografia

O filme é muito bem produzido e dirigido fotográficamente, qualquer cena vira uma foto incrível. Acho que é o detalhe mais impressionante do filme, pois foi muito bem escolhido e muito bem produzido.

Remete a filmes como “As aventuras de Pi” e “Amelie Poulin”.

Atores / Atuação

Vou sempre falar dessa parte, porque como atriz é algo que reparo, então será sempre uma categoria nas minhas críticas.

Com a escolha do diretor foi por um filme extremamente fotográfico, os atores parecem bem neutros na interpretação, com feições bem mais fotográficas do que interiorizadas. Nesse filme funcionou muito bem, pelo conceito dele.

Assistam e depois comentem aqui o que acharam! 

Por .
16abr 14

Em cartaz: Noé

Noé em cartaz

Eu estava aguardando ansiosamente para assistir Noé, o filme prometia grandes efeitos e uma história polêmica para os religiosos de plantão. Apesar da promessa, o enredo do filme é bem parado. Já vou logo avisando que não sou nenhuma crítica de cinema e nem entendo tanto do assunto, sou só uma telespectadora assídua.

Os poucos personagens não se destacam, com exceção da personagem de Jennifer Connelly, que vive a esposa de Noé, Naameh e do próprio que é o ator Russell Crowe. A tão esperada participação da atriz Emma Watson (Ila), foi decepcionante, parte por culpa da atriz que não conseguiu demonstrar emoção sincera nas cenas que exigiam isso, e parte por culpa dos roteiristas que deixaram os filhos do personagem apáticos.

Não espere uma grande blasfêmia nesse filme, quem conhece a história contada pela bíblia, sabe que cortaram muitas coisas e enfiaram outras, mas tudo pra deixar a história mais emocionante, no que eu acho que falharam brutalmente.

Enfim, achei o filme bem “OK”, não achei esse “UAL”, que todo mundo falava. Mas é bom tirar suas próprias conclusões, afinal de contas, gosto é que nem tomate crú, não se discute.

Confira, abaixo, o trailer oficial:

Por .
01abr 14

Curta Receitas

receitas-poster

Eu com mais 3 pessoas super especiais, Guilherme Cury,  Heloísa Dela Rosa e Raoni Marqs,  produzimos um curta para o festival “The Walkers”.

O roteiro, criado pelo Raoni, conta a história de uma garota que, vivendo o ócio da vida dela, acaba descobrindo que se ela se dedicar com algo que gosta, ela pode ir longe.

Com apenas 3 minutinhos ele é super fofo, assistam:

cena-receitas-curta-andressa-roeder receitar-curta-andressa-roeder-cena curta-receitas-andressa-roeder

Precisamos de muitos views, então compartilhem com os amiguinhos, com a tia, com a mãe, com o bebê que já tem smartphone, com a vó que tá jogando Candy Crush, com todo mundo. Ficaremos muuuuiiiito agradecidos <3

Por .
07fev 14

Operação Sombra – Jack Ryan

Novo filme chegando desses que nos tiram o fôlego pela ação, pela pitada do romance e também pelo gato Chris Pine.

Operação Sombra – Jack Ryan lançou hoje, dia 7 de fevereiro.

Dirigido pelo Kenneth Branagh, mesmo diretor de Thor e Hamlet, o filme conta a história de Jack Ryan, um agente novato da CIA envolvido em um trama de espionagem global.
Um herói de guerra honrado, analista financeiro, gênio e agente operacional especial. Sua mente altamente sofisticada pode detectar padrões nos dados que o ajudam a prever possíveis ameaças globais.

Para entender a história dele tem uma apresentação bem legal no site, é só clicar aqui.

Confira o trailer:

Tem essa cena do filme também:

Que tal dar uma de espião?

O primeiro que acertar: “Quais os 4 primeiros caracteres (letras e números) que aparecem na placa do carro no trailer?” e mandar a resposta para contato@smartgirls.com.br com o assunto “Enigma”, terá uma surpresa!

Por .
18dez 13

Cidade Cinza – O Filme

Assisti ontem o filme Cidade Cinza! É um documentário daqueles que não são chatos de assistir e para quem gosta de arte, vale a pena ver!

 Este documentário queria registrar a história de uma das principais crews de arte de rua de São Paulo, composta pelos grafiteiros OsGemeos, Nunca, Nina, Ise, Finok, Zefix, entre outros, mas, ao registrar os passos destes artistas, ao observar a cidade sob a ótica do grafite, o filme encontrou um personagem muito importante na trajetória de qualquer artistas de rua, famoso ou não: São Paulo. A cidade caos, a babilônia tupiniquim, a cidade acidente, um não-lugar por excelência. Sim, mais amor em SP, por favor. A arbitrariedade é um traço muito comum por essas bandas, e este modus operandi pautado pelo acaso e pelo “jeitinho”, pela mentalidade do colonizado extrativista, resulta numa cultura de improviso institucional que termina por ser uma marca de nossas políticas públicas, de nossas políticas culturais e, por fim, marcam a biografia de nosso povo. Este filme não é um retrato de toda a cena de grafite de SP; não é um resgate de seu histórico; não é sobre se é arte ou não; não trata da perda da essência transgressora do grafite quando enclausurado no cubo branco das galerias e dos museus. Este documentário retrata um dos principais fronts da Paulicéia: as ruas – ao mesmo campo de batalha e ponto de confluência onde a miopia cultural, a carência social e a completa falta de planejamento urbano, buzinam mais alto. Entre o caos e a descrença paulistana, o grafite é a voz surda e cimentada desta cidade brutalista, uma ponte acidental entre os habitantes deste aborto estético-urbanístico, um dos poucos movimentos da atualidade em que os jovens se expressam.

Quem quiser assistir, esse filme está em alguns cinemas, vi em alguns cinemas Itaú até agora.

O que eu achei?

Eu ainda estou acostumando com documentários, gostei muito da dieta do palhaço e do muito além do peso, mas acho normalmente cansativos em sua maioria, esse entra para a lista de documentários fáceis de assistir e que não são nada cansativos.

Tem muitas cenas engraçadas e as artes lindíssimas chamam a atenção. Não conhecia muito sobre a arte de rua, como funcionava, o que me deixou mais curiosa para saber como eles vivem e pensam, e um pouco você tem esse entendimento por causa do filme.

Não gosto muito das escritas em preto nas ruas, até porque elas não tiram os tons de cinza da cidade, mas o colorido me agrada e muito e não deve ser apagado.

Confiram o trailer:

Curtiram?

Por .
30out 13

Thor: O mundo sombrio

Ontem tive a oportunidade de assistir a pré estreia do novo filme do Thor que entra nos cinemas agora no dia 1 de novembro.

Como eu sou apaixonada pelos filmes dos “vingadores” e da Marvel no geral, não teve como eu não amar. O filme tem várias partes engraçadas, muita ação e coisas bem surpreendentes. Acontecem muitas coisas que não são o que realmente parecem, mas não vou falar mais que isso para não estragar o filme :X

Sinopse:

Thor: O Mundo Sombrio da Marvel dá seguimento às aventuras no cinema de Thor, o poderoso vingador, enquanto ele luta para salvar a Terra e os Nove Reinos de um inimigo sombrio que destrói o próprio universo. Na sequência de acontecimentos de Thor da Marvel e de Os Vingadores – The Avengers da Marvel, Thor luta para restaurar a ordem no cosmo… mas uma antiga raça liderada pelo vingativo Malekith retorna para levar o universo de volta às trevas. Enfrentando um inimigo que até mesmo Odin e Asgard não são capazes de derrotar, Thor precisa embarcar em sua jornada mais perigosa e pessoal, que o reunirá com Jane Foster e o forçará a sacrificar tudo para nos salvar.

Trailer:

Ah, e para quem assiste as cenas que aparecem sempre no final, fica a dica: tem duas cenas nos creditos desse filme, uma logo após uma parte dos créditos e outra após todos os créditos finais.

Por .
24set 13

Mato sem cachorro

Tive a oportunidade de assistir ontem a pré estreia para convidados do filme Mato sem Cachorro, que é o primeiro filme do diretor Pedro Amorim.

Admito que esperava um filme bem simples e acabei me surpreendendo. Além do elenco de peso (Bruno Gagliasso, Leandra Leal, Danilo Gentili, Rafinha Bastos e outros mais), o filme tem um estética meio retrô em vários detalhes do filme, desde o figurino até as cenas.

O filme é uma comédia engraçadíssima sem ser besteirol, bem o tipo de comédia que eu gosto, sem falar na trilha sonora que é ótima.

História:

Deco (Bruno Gagliasso) é um talento musical desperdiçado que vive jogado no sofá de casa. Até o dia em que conhece dois grandes amores: a linda radialista Zoé (Leandra Leal) e Guto (Dusty/Duffy), um cachorro que desmaia toda vez que fica animado. Os três vivem como uma família. Dois anos depois, Zoé dá um pé na bunda de Deco, fica com a guarda do cachorro e de sobra arruma um novo namorado. Deco, revoltado, toma as rédeas da situação e, com a ajuda do primo Leléo (Danilo Gentili), sequestra Guto.

Confira o trailer:

4 de outubro nos cinemas.

Por .
23set 13

Kalixta: Assistindo filmes de graça

Assistir filmes é uma delícia! Admito que o que mais gosto de fazer é ver e rever filmes clássicos como esses acima.

E vamos falar sério, ir na locadora de filmes hoje em dia… ninguém merece! Eu mesma nem sei mais como faz para alugar um filme. A verdade é que a internet acomoda a gente e bastante.

Agora conheci o Kalixta, que é uma rede com filmes completos para você assistir gratuitamente! Pelo que vi no site tem alguns dos clássicos, desses que são maravilhosos para assistir num domingo, tomando um chocolate quente <3

Para quem tem preguicinha de ler a legenda, os filmes do Kalixta já são dublados. Para quem prefere no idioma original, pelo que vi ainda não tem nenhum com a opção dele com legenda, quem sabe mais pra frente, né?

Eu fiz o cadastro no site para navegar e conhecer melhor e é bem simples. Eu conectei com o facebook e pelo que eu vi ele não “compartilha” o que você está vendo sem você saber, que eu sei que é algo que todo mundo odeia. Mas se você quiser, pode comentar e dar like para dividir com seus amigos opinião do filme e tudo mais.  Sem falar que como é linkado com o facebook, dá para você marcar aquela amiga que é a cara do filme nos comentários, como a gente já faz quando vê algo no facebook.

Ela é a primeira rede de entretenimento gratuita da América Latina criada especialmente para mulheres brasileiras. Além dos filmes tem algumas matérias legais bem no estilo que a gente curte, como dicas de comidas lights, comportamente e até dicas de viagem.

Deêm uma olhadinha lá: Kalixta.com.br

Por .
19jun 13

Se a Disney tivesse títulos mais sinceros

Achei muito legal essas montagens com desenhos da Disney com títulos mais precisos e sinceros que vi no Geek Alerts.

A Pequena Sereia virou “Change for your man” (mude por seu homem). Para quem não lembra, ela quer deixar de ser sereia para ficar com o príncipe.

A Bela e a Fera virou “Stockholm Syndrome” (Síndrome de estocolmo – aquela síndrome que a pessoa se apaixona pela pessoa que a raptou). Na história a Fera rapta a Bela para fazer ela se apaixonar por ele e ele poder ser príncipe novamente… e ela se apaixona.

A Cinderela virou “Makeovers fix Everything” (Makeover resolve tudo). Não sei a tradução mais certa de makeover em português, mas é dar uma melhorada no visual, que é exatamente o que a Fada Madrinha faz para a Cinderela. Ela transforma uma empregada em uma princesa e o príncipe então percebe ela após isso.

Rei Leão vira “Hamlet with animals” (Hamlet com animais). Eu não li Hamlet, mas é uma peça que fala sobre o Príncipe Hamlet que tenta vingar a morte de seu pai, o rei, executando seu tio Cláudio, que o envenenou e em seguida tomou o trono casando-se com a mãe de Hamlet.

101 Dálmatas virou “Please, spay and neuter your pets” (Por favor, castre seus animais de estimação), rs. Melhor título. Pelo que vi a tradução de spay e neuter parece igual, se alguém souber a diferença, comente.

Achei genial. Tem outras lá no site que vi, mas essas são as melhores. 

Por .
18jun 13

Universidade Monstros

Assisti hoje a animação da Pixar “Universidade Monstros” que é a história que acontece antes dos Monstros SA.

Achei muito engraçadinho, mas dá saudade da Boo <3

O legal é que mostra como iniciou focando nos sonhos  e história do Mike Wazowski, e o James P. Sullivan, conhecido como Sulley,  aparece depois na história. Conta também de onde veio a rivalidade do Randall com o Sulley também.

Sou suspeita para falar pois amooooo essas animações da Pixar, mas vale a pena assistir.

Confira o trailer:

Além desse, saiu um trailer com uma parte que não tem no filme. Assista:

<3

Por .