13jan 14

Bicicletas: sustentabilidade e saúde

Se tem algo que a gente não esquece é andar de bicicleta, como também não esquecemos nossos tombos e toda a diversão que temos com ela.

Minhas primeiras vezes de bicicleta foram péssimas, aprendi a subir e a andar, mas descer era sempre um parto, hahaha. Mas o melhor é que depois que aprendemos é tão fácil que não entendemos porque foi tão difícil no começo.

O bom é que esse transporte, além de sustentável e funcionar com a nossa energia, rs, ele ajuda a gente a queimar aquelas calorias, deixar as nossas pernas e bumbum firmes e bonitos e a ter resistência.

Mas não só isso, encontrei essa lista dos benefícios da bike para a saúde (no site embarqbrasil):

  • 50% de redução no risco de desenvolver doenças cardíacas coronárias;
  • 50% de redução no risco de desenvolver diabete adulta;
  • 50% de redução no risco de se tornar obeso;
  • 30% de redução no risco de desenvolver hipertensão;
  • Declínio de 10/8mm Hg na pressão sangüínea em assuntos de hipertensão (um efeito similar àquele obtido por drogas anti-hipertensão);
  • Redução da osteoporose;
  • Alívio dos sintomas de depressão e ansiedade;
  • Prevenção de quedas na terceira idade;
  • Estímulo aos músculos das vétebras dorsais (costas), coxas e glúteos;
  • Estímulo ao sistema imunitário e aumento do número de glóbulos brancos;
  • Diminuição do mau colesterol e da obesidade;
  • Terapia para depressão, estresse, violência, déficit de atenção e ansiedade.

Gasto calórico:

Meia hora andando de bicicleta faz você perder em média 126 calorias, isso em uma velocidade tranquila.

Uma bicicleta e (dessas de academia) faz no mesmo tempo você perder em média 250 calorias.

A aula de spinning, que demora na faixa de 1 hora, faz você perder de 500 a 700 calorias, dependendo do seu desempenho.

Bora pedalar?

Para quem não tem bicicleta, você pode comprar em uma loja ou mesmo em site venda de bicicletas no Brasil, os preços são inúmeros e para todos os bolsos.

Por .

Comente pelo Facebook

Comentar