Autor: Vivi Leone

Posts publicados pelo autor.

05jan 17

Comer bem ajuda a manter o bronzeado

bronze

Férias é sinônimo de sol, praia e piscina: o cenário perfeito para quem, além de descansar, está em busca de melhorar o bronzeado. Mas além de tomar alguns cuidados básicos para a exposição ao sol, as pessoas que querem ficar com a pele bronzeada podem ter na ingestão de determinados alimentos, que contenham vitamina A e betacaroteno, um grande aliado.

A nutricionista Natalia Dourado, da Sanavita, explica que o pigmento betacaroteno pode ser encontrado em alimentos com cores alaranjadas, amarelas e vermelhas, como cenoura, beterraba, abóbora, mamão, manga e pêssego. “O pigmento auxilia na proteção e no bronzeamento natural da pele. Consumindo esses alimentos diariamente o organismo transforma o betacaroteno em vitamina A, que age diretamente no corpo prevenindo o envelhecimento precoce, dificuldades com a visão e câncer de pele”, enfatiza.

A ingestão frequente desses alimentos ativa a melanina, pigmento que dá cor à pele, favorecendo a tão almejada cor de verão. “Existem inúmeras opções de receitas com esses alimentos e a recomendação é que sejam consumidas dentro das 5 porções de frutas, verduras e legumes recomendação diária destes ingredientes”, indica Natalia.

A nutricionista lembra que além de alimentos ricos em betacaroteno, outros tipos de cuidados são necessários para aproveitar o verão da melhor maneira, como beber bastante água, sucos naturais, água de coco e frutas ricas em água como melancia, melão, entre outras, para se hidratar. Além disso usar protetor ou bloqueador solar e evitar a exposição ao Sol entre 9h e 16h, são cuidados essenciais para a saúde da pele.

Reveja aqui, algumas receitas deliciosas de suco.

Por .
22nov 16

Novo protetor solar Coppertone para tatuados

dscn3972

Na última quinta-feira (17/11), a Coppertone referência global em proteção solar, anunciou o lançamento de Coppertone® Tattoo no mercado brasileiro. Desenvolvido para proteger as tatuagens contra a incidência dos raios solares, sua fórmula associa barreiras físicas e químicas, protegendo e hidratando a pele para minimizar os efeitos do sol.

O lançamento aconteceu no Restaurante Lilló em Moema, e contou com a presença de nomes de peso como o surfista profissional Gabriel Medina, Fernanda Paes Leme, o tatuador Rico Fogaça e a dermatologista Dra. Flávia Addor. Que falaram sobre como proteger a pele as tatuagens dos efeitos do sol.

dscn4005

A dermatologista Dra. Flávia Addor, explicou a importância de proteger a região tatuada durante a exposição aos raios solares:

“A pele de todas as partes do corpo precisa de proteção contra os efeitos nocivos do sol durante a exposição prolongada, para evitar manchas e queimaduras. Áreas da pele com tatuagens precisam de atenção redobrada, pois a tinta reage com a radiação e isso pode provocar desbotamento, alteração nas cores e despigmentação dos traços. Por isso, é indicado o uso de protetores solares que ofereçam maior grau de proteção e mais resistência, com fatores químicos e físicos que criem uma barreira contra raios UVA e UVB”.

A linha Coppertone® Tattoo está disponível nas versões loção e spray e complementa o portfólio da marca, que acaba de ser relançado no país com fórmulas adaptadas exclusivamente à pele brasileira – absorção mais rápida, sem adição de óleo, elevada resistência à água, alta proteção contra raios UVA e UVB e toque seco.

dscn3975

coppertone-bisnaga-tatoo coppettone-tatto-spay-copy

Coppertone® Tattoo está disponível na versão Loção FPS 50 de 60ml (preço sugerido R$ 24,90) e Spray FPS 50 de 177ml (preço sugerido R$ 51,90) e pode ser encontrado em farmácias e supermercados de todo o país a partir de novembro.

Fotos: Bruno Cardoso

Por .
10nov 16

Jeffrey Dean Morgan o colírio de TWD

Jeffrey Dean Morgan - Negan
Jeffrey Dean Morgan – Negan

A série The Walking Dead é cheia de “colírios” mas vamos manter o foco e falar do ator Jeffrey Dean Morgan. Primeiro você precisa saber que ele tem ~pasmem~ 50 anos, é do signo de Touro com ascendente em lindo de morrer. E claro, para tristeza geral da nação que ele nunca vai saber que existe, o cara tem uma namorida com o qual divide o mesmo teto há 6 anos e tem um filho que esperamos ter puxado ao  pai, amém.

Fatos importantes sobre o ator: 

  1. Ele era um jogador de basquete na escola e na faculdade e mais tarde foi contratado como artista gráfico
  2. Ele tatuou uma arma que ele usou em uma cena, no braço
  3. Sua lhama se chame Wally (já sabemos onde está Wally)
  4. Ele leva seu cachorro para passear de moto (que sorte a dele)
  5. Durante uma de suas filmagens , Morgan resgatou um filhote de cachorro em Porto Rico, adotou, deu o nome de Bandit Morgan (awnnnn)

014e9003807446e45748ed00333cc6e1

Você já deve saber, mas isso é algo que descobri há pouquíssimo tempo, o ator nada mais era do John Winchester, em Supernatural. O que provavelmente você não saiba é que, ele é apenas 12 anos mais velho do que Jensen Ackles, que interpretava um de seus filhos na série.  Detalhe: em 2015 Jeffrey disse que adoraria retornar para a série e dar uma resolução para o seu personagem.

jeffrey-dean-morgan-supernatural

A relação entre os atores é tão boa, que Jensen até brincou em seu Twitter e Instagram com o novo personagem de Jeffrey em TWD.

instagram-jensenackles

Agora fique com essa visão do paraíso, de nada 😉

effrey-dean-morgan1 effrey-dean-morgan2 effrey-dean-morgan3 effrey-dean-morgan6 effrey-dean-morgan4 effrey-dean-morgan7 effrey-dean-morgan5

E aí curtiram? Quem vocês gostariam de ver por aqui?

Por .
19set 16

Ladeira abaixo: uma reflexão sobre términos de namoro

Seria possível compreender aquele momento derradeiro antes do fim? Aquele momento em que percebemos onde tudo está errado no relacionamento antes de chegar ao ápice do “não me sinto mais feliz com você”?

mulher

E se percebemos, será que queremos mesmo consertar? A pergunta que não quer calar é: dá pra consertar o inconsertável?

Estavam lá todos os sinais, as brigas, a falta de paciência, o sorriso inexistente. Tudo gritava: alerta vermelho! E eu cismando em ignorar.

Entre nós tudo aconteceu muito rápido, a paixão, o fogo, as noites de sexo ardente. Que nos meses consecutivos se tornaram apenas boas lembranças. Me sentia como aqueles homens que olham pro próprio parceiro feito um pedaço de carne. Sentia falta do tesão, do suor, da penetração. Me sentia descompensada e um pouco arrasada por não entender as justificativas, que eram sempre acompanhadas de um “claro que o problema não é você”, “estou sem cabeça”, “são tantos problemas”. Por meses me senti insuficiente, mesmo recebendo olhares, elogios e convites de outros homens. Não era eles que eu queria na minha cama, era você. Que mesmo dormindo ao meu lado era só a sombra do que um dia já foi. E sabe de uma coisa? Você tinha razão, o problema não era eu.

O problema era o que me tornei em todos esses meses pra você, a “chata” que só sabe falar de arrumar a casa. A “rancorosa” que ficava de cara fechada depois de ser insultada enquanto você já tinha superado, a pessoa que você “suportava”.

Finalmente entendi, o mundo tá cheião de gente e com certeza uma galera estará disposta a estar com você e vai curtir você pelo que você é (mesmo!). Não tem nada de errado com quem você é, então ache as pessoas certas pra você, em vez de tentar ser a pessoa certa pras outras pessoas.

Por .
29ago 16

COFFIN HILL: Crimes e Bruxaria VOL. 1 – FLORESTA DA NOITE

coffin hill

Quando vi a capa desse quadrinho, sabia logo de cara que ia gostar. Desde o estilo de desenho até a história (sério, as artes do quadrinho são incríveis). Em um primeiro momento Coffin Hill pode parecer um conto adolescente, e no começo da história é o que mostra, a protagonista Eve Coffin, bancando a “revoltadinha”. Uma típica adolescente problemática com uma queda pelo ocultismo, e que acabou flertando com o lado errado, despertando poderes ocultos de nossa realidade.

Mas a história passa rapidamente por esse período e ela cresce, é aí que a coisa toda começa a ficar interessante. Coffin Hill é uma obra de horror que explora o que as pessoas vão fazer, como lidam com poder e coloca em discussão a futilidade que é fugir do passado.

coffin hill2

Apesar de Eve ser a herdeira de uma das mais ricas famílias da Nova Inglaterra, seus ascendentes não vieram no Mayflower, famoso navio que trouxe os peregrinos. Eles são bruxos e suas profundas raízes remetem à cidade de Salem.

A história toma forma quando crianças começam a desaparecer, exatamente como aconteceu quando ela e seus amigos libertaram forças misteriosas na floresta de Coffin Hill, Eve é mais uma vez atraída para a casa que havia abandonado, e para um horror que jamais deixará sua mente. Agora, o único jeito de impedir as trevas é deixar que sua própria escuridão tome conta.

A HQ é criação da romancista Caitlin Kittredge, que teve o interesse por quadrinhos despertado, na faculdade ao ler Sadman. Para ela os editores estão buscando diversidade, indo atrás de todos os tipos de pessoas para escrever e desenhar para eles. “Tem havido um enorme afluxo de talento no campo nos últimos dez anos. Nunca houve um melhor momento para trabalhar em quadrinhos”. Afirmou a autora em entrevista ao blog da DC Comics.

CoffinHillCoverFeat

O primeiro arco é muito sobre Eve em conflito consigo mesma. No final da primeira edição ela volta para sua cidade natal. É o local de seu maior erro, de seu maior arrependimento; é o local de todos os problemas que ela pensou ter deixado para trás com seus segredos de família. Ela realmente apenas tenta, mas não pode escapar disso. Tem que enfrentá-lo e, basicamente, arrastá-lo para a luz do dia porque essa é a única maneira de exorcizar um segredo; trazê-lo à vida. Ela não está realmente certa do que aconteceu naquela noite na floresta, tem suas próprias memórias e outras pessoas que estavam lá têm as suas memórias. E assim, descobrir o que realmente aconteceu, vai ser o que lhe permite tentar colocar esses segredos para descansar.

coffin

A primeira edição foi publicada pela Editora Panini, que informou não ter previsão para uma continuidade da saga.

  • Encadernado
  • 17 x 26 cm
  • 172 páginas
  • Papel LWC
  • Capa Cartão
  • Lombada Quadrada
  • R$ 22,90

editora panini

 

Por .
26ago 16

Receitas: Sopa de mandioquinha

sopa de mandioca

Nesse tempinho frio, nada melhor do que uma sopinha pra aquecer a alma e o estômago. E engana-se quem pensa que sopa é comida de doente, ou de quem está de dieta. Essa é uma opção deliciosa que você vai amar! Além disso, é ótima pra saúde, pode ajudar ainda a diminuir os sintomas da TPM como as dores e o mau humor.

INGREDIENTES

  • ½ kg de mandioca
  • 2 colheres(sopa) de manteiga ou margarina
  • 2 colheres(sopa) de cebola picadinha
  • 2 tomates grandes, sem pele, picados
  • 8 xícaras de água
  • 4 cubinhos de caldo de galinha
  • Sal e pimenta do reino à gosto
  • 1 colher(sopa) de salsinha e cebolinha verde picada

MODO DE PREPARO

  1. Descasque a mandioca e corte em pedaços
  2. Coloque 1 colher(sopa) de manteiga numa panela e leve ao fogo médio
  3. Adicione a cebola, o tomate e a cebolinha verde e cozinhe durante 10 minutos
  4. Acrescente a água e os cubinhos de caldo de galinha, tampe e cozinhe em fogo baixo até que a mandioca fique macia
  5. Bata tudo no liquidificador
  6. Tempere com sal e pimenta do reino à gosto
  7. Cozinhe em fogo baixo, sem tampa, até que engrosse
  8. Adicione a colher(sopa) de manteiga restante, a salsinha e sirva a seguir
Por .
20ago 16

Orphan Black motivos para amar essa série

orphan-black_1

Se você ainda não conhece essa série, precisa MESMO conhecer. Orphan Black já está na minha lista de séries favoritas bem ao lado de TWD, Vikings, Demolidor e Jessica Jones.

Confesso que quando um amigo meu Felipe, me indicou a série falando que era sobre clones, fiquei com certo receio, mas assim que comecei a assistir foi impossível parar. A série da BBC America já tem 4 temporadas, em menos de um mês assistindo já cheguei na última o que quer dizer que…

    1. Tenho muito tempo livre
    2. Sou uma pessoa muito desocupada
    3. A série é sensacional

Tatiana Maslany, a estrela. Ela é, acredite, interpreta só na primeira temporada 7 personagens. Confesso que antes da série eu não a conhecia, mas sua atuação não deixa nadinha a desejar, muito pelo contrário. Cada personagem tem suas particularidades e é bem diferente do outro apesar de serem clones, sim você leu direito, clones.

Pra você entender melhor a primeira temporada possui 10 episódios e teve início em 2013. A história começa com Sarah Manning, uma órfã britânica com um histórico de delitos criminais, presenciando o suicídio de uma desconhecida com a aparência idêntica à sua, depois disso ela resolve assumir sua identidade tornando-se a detetive Elizabeth Childs. As intenções iniciais de Sarah eram simplesmente tomar posse do dinheiro contido na conta bancária de Childs e usá-lo para começar uma nova vida com seu irmão adotivo Felix Dawkins (grave esse nome ele é um personagem fundamental na trama) e sua filha de 7 anos, Kira. Sarah usa a morte de Beth para despistar seu ex-namorado, um traficante de drogas chamado Victor, assumindo a identidade da policial e, consequentemente, acaba se envolvendo em uma conspiração envolvendo clonagem humana. Sarah então tem de ao mesmo tempo impedir que a polícia descubra sua identidade verdadeira e ajudar suas recém-descobertas irmãs clones a descobrir sua verdadeira origem, além de se proteger de um grupo de fanáticos religiosos que desejam destruí-las.

Apesar da história louca, a série é bem intensa e muito envolvente, ela faz a gente refletir sobre conflitos éticos e religiosos. Além de aguçar nossa imaginação sobre a parte científica.

As cenas onde as personagens coexistem são tão bem feitas que nem percebemos a bruxaria de Hollywood com toda computação gráfica. Mas não é tudo feito no computador não, longe disso! Cada cena de clones é filmada quatro vezes.Uma cena com dois clones é filmada uma primeira vez, com a atriz Tatiana Maslany e uma dublê interpretando, cada uma, um personagem. Em seguida, Tatiana faz a mesma cena sozinha, conversando com um ponto na parede e repetindo os mesmos movimentos nos tempos exatos.

Aqui vai um gostinho sobre as personagens principais:

  1. Cosima Niehaus

Sério gente, apesar de todas as personagens terem o mesmo fuço eu tenho crush na personalidade da Cosima. Descontraída, lésbica assumida, cientista e nerd. Encanta os corações dos fãs com seu humor inteligente e sua implacável necessidade de cuidar de suas irmãs recém-descobertas.

  1. Helena

Você vai começar a série odiando essa personagem com todas as suas forças e depois vai amá-la na mesma proporção. Helena tem sido parte de algumas das cenas mais violentas do show, e matou várias de suas “sestras” no passado, mas é uma pessoa atraente que está na linha entre o bem e o mal.

  1. Alison Hendrix

Ela pode ser bem irritante e subestimada no começo, mas vai te impressionar no decorrer das temporadas. Ela parece saída direto de Desperate Housewives, com seus dramas familiares, tentando levar uma vida aparentemente normal, mesmo estando no meio de tanta loucura.

Bem essas são só algumas das clones que vão aparecer na série. Mas já dá pra ter uma ideia do que vem por aí.

Por .
17ago 16

Esquadrão Suicida: Chute na cara

DSCN3612

O filme do Esquadrão Suicida foi lançado e junto dele a Panini lançou um encadernado que está bonito de ver.

A equipe do encadernado é um pouco diferente da que vemos no filme, no quadrinho ele é composto por Pistoleiro, Arlequina, El Diablo, Voltaico, Aranha Negra e Tubarão-Rei, os primeiros convocados para a força-tarefa comandada pela obstinada e nem tanto ética, Amanda Waller.

Segundo informações da editora, a continuação está prevista para outubro, podendo sair em setembro.

Bartolomeu approved it! Bartolomeu approved it!

Confira abaixo, o vídeo publicado na página oficial Panini Comics sobre esse encadernado.

E se você ficou curioso para ler mais títulos ligados ao Esquadrão e seus personagens, é só dar uma olhadinha aqui: http://bit.ly/ScdSquad

Por .
11ago 16

Como Bartolomeu mudou a minha vida

DSCN3534 Batolomeu (Bartô para os íntimos)

Esse aí da foto é o Bartô, um dog muito gente boa da raça maltês com lhasa apso. Tem apenas 5 meses de vida e está comigo faz três semanas.

Sempre fui uma entusiasta de programas como Doutor Pet, Encantador de Cães, Pitty Bulls e Condenados, mesmo sem ter um cachorro. Meu último animal de estimação foi um gato que só ficou comigo um mês, meu último “catioro” foi quando eu tinha 13 anos. Na época eu dizia para os meus pais que precisava de um amigo, tudo na intenção de ludibriá-los a deixar que eu tivesse um. Fiz mil promessas, entre elas, a de que cuidaria dele.

Resumindo: o Bob (nome do meu rottweiler mestiço de labrador), ficou comigo apenas por um ano, antes dos meus pais decidirem mandá-lo pra um sítio onde ele cresceu feliz e saudável. Foi melhor pra ele, melhor para os meus pais, mas definitivamente não foi o melhor pra mim que cresci sem entender a responsabilidade de cuidar de um ser que depende só de você.

Hoje com 25 anos, não sou mais a pré adolescente irresponsável que eu era. Não tinha pretensão de adotar nenhum animal de estimação até conseguir uma vida financeiramente estável. Mas a oportunidade de adotar o Bartô, caiu como uma luva, e foi difícil ignorar os sinais.

Dias antes conversava com meu namorado  sobre ter um filhote, ele claro, sempre apoiou a ideia, mas era algo financeiramente inviável. Como moramos em apartamento não poderia ser um vira-lata que corresse o risco de ficar muito grande, precisava ser uma raça específica de porte pequeno.

Estava na loja onde meu boy trabalha e durante uma conversa despretensiosa, o chefe dele disse que estava doando um filhote, parecia perfeito. No dia seguinte Bartô já estava em casa, assustado e choroso (foi separado dos pais). Quando peguei ele no colo entendi o significado da palavra amor incondicional, me fez perceber que tenho um extinto materno muito mais forte em mim do que imaginava, com todos os exageros, preocupações e manias (que só uma mãe tem).

É mágico a capacidade que um bichinho tem de tornar qualquer ser humano uma pessoa melhor. Meu namorado que sempre foi preguiçoso no quesito arrumar a casa, hoje, é bem mais prestativo e carinhoso. O “efeito bartô” faz isso mesmo com as pessoas.

Ter um filhote exige conhecimento, estudo, sim estudo. Não é qualquer alimento que seu pet pode comer, ele precisa ter uma variedade grande de brinquedos para não se entediar. Precisa aprender os limites do que pode ou não pode, e tudo isso exige muita paciência e claro, uma dose extra de amor.

Esse não é um texto sobre dicas, não é um texto sobre como você deve criar seu bichinho. É apenas um conselho pra você que não tem nenhum animal de estimação: é terapêutico, intenso e vai te mudar como pessoa.

Hoje, me vejo lendo rótulos de alimentos pro meu “filho”, penso nele da hora que eu acordo até a hora que vou dormir e se estou na rua fico preocupada. “Ah Vivi, mas isso é exagero”, talvez seja mesmo, ou talvez eu ainda não saiba lidar com esse amor que cresce dentro de mim cada vez que ele faz festa quando chego do trabalho ou acordo.

O PhD Allen McConnell descobriu em uma pesquisa que os donos de animais de estimação são mais saudáveis do que as pessoas que não tem animais, principalmente os donos que passam muitos e bons momentos com seus cães, gatos ou qualquer outro bicho.

Se os cientistas afirmam, quem sou eu pra desmentir não é? :p

A photo posted by Bartolomeu (@landsofbarto) on Jul 25, 2016 at 4:23am PDT

A photo posted by Bartolomeu (@landsofbarto) on Jul 21, 2016 at 1:22pm PDT

Na segunda semana com Bartô conheci um sentimento chamado desespero. Ele ficou doente, com diarreia e vomitando a cada segundo. Meu namorado e eu corremos com ele para o veterinário, lá a médica disse que poderia ser algo grave ou não, receitou medicamentos e me instruiu a interná-lo caso ele continuasse vomitando.

No dia seguinte veio o alivio, ele parecia melhor, os sintomas haviam cessado mas o sentimento de preocupação permanecia. A noite em que isso aconteceu foi desesperadora, infernal.

A pior sensação é saber que talvez a culpa seja minha. Apesar de ler em todos os lugares que não se deve sair com o filhote antes das vacinas, por ingenuidade pensei que uma voltinha na calçada não faria mal, mas fez. Então fica o aprendizado: nunca saia com seu dog antes de todas as vacinas.

Aproveitando quero indicar o Hospital Público Veterinário, que fica na Parada Inglesa. A indicação foi da veterinária que atendeu o Bartô. Sabemos que internação de pet não é algo barato, mas nesse hospital eles atendem e fazem exames gratuitamente. Fui lá no dia seguinte mas infelizmente o horário para exames é das 6hs às 10hs. Rola uma filazinha meio grande, já que é de graça muita gente vai lá, mas é impressionante o carinho e cuidado que os profissionais do local tem.

Então se a grana está curta, e seu bichinho precisa de atendimento essa é uma ótima opção. Abaixo o endereço.

Endereço: Av. Gen. Ataliba Leonel, 3194 – Parada Inglesa, São Paulo – SP, 02033-010
Telefone: (11) 2478-5305
Por .
09ago 16

Vamos ajudar as mina

mae solo

Já falei em outro post sobre o projeto Mãe Solo, se não conhece leia AQUI. A Thais Leão, criadora do projeto vem discutindo a vida de uma mãe solteira de maneira honesta, realista e claro, bem humorada mostrando todos os perrengues do dia a dia.

A Mãe Solo é uma página que virou projeto e que agora completa dois anos de tretas e noites mal dormidas.

Desde o início dela minha experiência como mulher e mãe vem sendo amplificada por todas as + de 41 mil pessoas (95% mulheres) que se achegaram buscando, como eu própria busco, um alento, um respiro ou pelo menos bom humor pra não cair no desespero a noite.

Sei que a vida é dura pra muita gente, boto fé, mas ser mãe é gestar e botar o coração pro avesso e se ver desesperadamente solitária, as vezes até mesmo estando junta de alguém… E olha que dar condição pr’uma criança crescer é sei lá… meio que essencial pra continuação da humanidade não?

A real é que é trabalho duro pra todo dia, e todo dia é bom não esquecer:

Não sou mãe, mas já desconstruí várias ideias erradas através de conversas com a Thaís, e sabe um dia tudo isso vai ser minha realidade também.

Podemos fazer parte disso agora, mesmo você que não é mãe ainda pode ajudar a desconstruir mentes e fazer do mundo um lugar melhor para seus futuros filhos.

Agora vamos ao que interessa: COMO POSSO AJUDAR?

Por isso abro aqui o convite para você apoiar a multiplicação do conteúdo da Mãe Solo, o plano de arrecadação vai funcionar assim:

1ª META: R$ 26 mil (MÍNIMO! SE NÃO ALCANÇARMOS NADA ROLA!)

Com esse dinheiro vamos imprimir 2 mil exemplares do livro #Choralombar com a compilação de todo conteúdo desses dois anos e também vamos financiar o Portal da Mãe Solo para ganharmos asas para muito além do que nos permite o Facebook.

2ª META: R$ 40 MIL (IMAGINA QUE LINDO)

Meta 1 + Comprar equipamento para produção de conteúdo e ainda fazer uma tiragem especial de mais 1000 exemplares do #Choralombar que serão doados em maternidades, casas de parto e em ONGs <3

3ª META: R$ 60 MIL (VÉISHE)

Meta 1 + Meta 2 + 6 meses de conteúdo patrocinado por quem mais entende das treta da vida materna, você <3 (E vamo tá tendo Mãe Solo em vídeo, PEI!)

4ª META: R$ 80 MIL (VÉISHE²)

Meta 1 + Meta 2 + Meta 3 + outros 6 meses de conteúdo patrocinado o que nos dá no total mais 1 ano de Mãe Solo patrocinado por você que SABE QUALÉ QUI É DO ROLÊ! Uhulll! <3 (E vamo tá tendo Mãe Solo em vídeo, PEI!)

5ª META: 1 WOW

Se rolar mais grana não tem problema, não vou gastar tudo em uma piscina de bala de goma, por mais que a ideia seja tentadora.
Mas me disponho a organizar com esse dinheiro encontros p/ aproximação e aprendizado com as mães das cidades c/ mais curtidas da Mãe Solo! (Sampa como é minha cidade já tá por minha conta! Na sequência viriam:  RJ, DF, Curitiba, BH, Porto Alegre, Fortaleza e outras).

Legal né? Entra AQUI e vamos colaborar! Você que não pode, compartilha com seus amigos, vamos espalhar essa ideia.

Por .