Autor: Ana Luisa Barbora

Posts publicados pelo autor.

02mar 17

O que nossos sonhos podem dizer?

Você já parou para pensar no que são os sonhos na realidade? Obviamente, você já acordou de um sonho muito louco e pesquisou em seguida o seu significado. (Quem nunca?)

Dependendo do ponto de vista, é uma experiência que pode ser entendida de diversas maneiras. Afirmam que cientificamente, os nossos sonhos são exercícios de imaginação do inconsciente que acontecem enquanto dormimos. Os psicanalistas acreditam que nossos desejos reprimidos têm seu momento de liberdade quando o subconsciente fica desperto – ou seja, durante o sono. Agora, sob visões espirituais e religiosas acredita-se que a carne e o espírito distanciem-se temporariamente, permitindo que os dois consigam descansar. Nessa “viagem” da alma, muitos outros espíritos podem conversar com você, oferecendo conselhos e até mesmo avisos, que seriam passados para nós em forma de sonho.

Embora diferentes, todos os pontos de vista concordam com a mesma coisa: sonhos são pessoais, benéficos e extremamente necessários para uma vida equilibrada e funcional! Também tenho de concordar que eles são indicadores de uma boa noite de sono, de sentimentos reprimidos e/ou mal resolvidos e muitas vezes são a ponte entre o que nosso subconsciente quer nos mostrar e a nossa mente consciente, o que muitas vezes significa respostas para alguns de nossos problemas do dia a dia.

Acredito que seja natural do ser humano querer aprender mais sobre aquilo que nos diz respeito, e por isso existem muitas maneiras interpretar e descobrir sobre nossa personalidade, nosso “eu” mais oculto, como a leitura do mapa astral, a meditação e claro, a interpretação dos sonhos. Essa última é uma prática antiguíssima e respeitada em diversas culturas (em algumas religiões, acredita-se que sonhos têm propriedades proféticas!), que se for feita da maneira correta pode significar melhorias na conexão “espírito-mente-corpo”. Uma pessoa que entende o que seu subconsciente está tentando te dizer ou até mesmo alertar, pode estar uma passo à frente em questões de saúde mental e física, sem contar que ela pode evitar situações desagradáveis dentro de casa, em relacionamentos ou no trabalho.

Mas lembre-se: a interpretação bem feita não é aquela que dá respostas mastigadas e genéricas, mas sim aquela que nos traz entendimento sobre nós mesmos, como se fosse um tratamento de longo prazo ao invés de tomar vários remédios que não resolvem o problema.

Deixo aqui algumas dicas que podem ser úteis para entender o que seus sonhos querem te dizer:

  • Não são poucas as vezes em que queremos entrar naquele site de interpretação de sonhos que tem um dicionário de A-Z com as respostas para todas as nossas curiosidades, mas é importante lembrar que sonhos são uma forma de linguagem própria entra nosso espírito e nossa mente, sendo assim extremamente pessoal. Assim, é indicado procurar profissionais que possam te guiar nessa busca!
  • Anote sonhos bons e ruins para criar seu próprio dicionário de sonhos, a fim de deixar a interpretação mais rápida no futuro.
  • Sem desespero! Atenção aos detalhes! Com calma, tente se lembrar de todos os acontecimentos, objetos e etc. do sonho, pois cada coisinha tem uma mensagem.
  • Será que seu sonho não é um reflexo daquilo que está te deixando preocupada(o)? Algumas vezes apenas sonhamos com aquilo que nos deixa aflitos, como uma apresentação importante no trabalho, assim não precisa ficar procurando sentidos ocultos ou simbolismos.
  • Pense bem nas emoções que você sentiu enquanto sonhava.
  • Procure por padrões e imagens-chave, que são geralmente simples de serem interpretadas.
  • Pratique regularmente e mantenha sempre em mente quando sua interpretação foi correta; assim fica mais fácil lembrar se o sonho vier a se repetir.