Autor: Vivi Leone

Posts publicados pelo autor.

15ago 18

SWITCHED: MAIS UMA SÉRIE GATILHO PARA SUICÍDIO DA NETFLIX

As primeiras impressões não são tudo quando assistimos o trailer de Switched, a nova série original japonesa da Netflix. Principalmente porque ele aborda de forma leve e pueril o drama sobre a comutação das duas personagens centrais.  A série à principio rapidamente e chocantemente estabelece uma premissa convincente, introduz personagens simpáticos e deixa claro que está levando a sério a si mesma e a seus temas. Esta é uma tendência que continua, reforçada por performances encantadoras e subtextos sociais sempre presentes, mesmo quando a trama gradualmente complicada ameaça ofuscar o drama baseado em personagens no núcleo da série.

Quando estava bisbilhotando o catálogo da Netflix, pensei que Switched fosse um filme, toda a estética visual faz parecer que é, até a divisão de apenas seis episódios na primeira temporada. Achei que fosse mais uma daquelas séries pra dormir enquanto assiste, até que me prendeu. A história avança rapidamente, com os primeiros 10 minutos de abertura definindo o tom e o ritmo do que deve ser seguido. Com o céu embranquecido sob uma lua vermelha, a estudante de segundo grau Zenko Umine (Miu Tomita) comete suicídio enquanto a colega Ayumi (Kaya Kiyohara) assiste horrorizada ao cair do telhado da escola para a morte.

Depois de desmaiar, Ayumi acorda e encontra-se presa no corpo de Umine. O que acontece a partir daqui é uma jornada que vê as duas garotas tentando se adaptar às suas novas vidas com seu colega de classe Kaga (Daiki Shigeoka) oferecendo uma âncora de empatia muito necessária para Ayumi. Continue lendo

Por .
13ago 18

CONHEÇA O ESTILO DE TATUAGEM DE MARCELO MAZUCATTO

mazucaink

Conheci o Marcelo (Mazuca para os íntimos) ,31 anos, signo de leão (se é que isso importa), quando trabalhávamos em agências que compartilhavam o mesmo escritório, ele designer gráfico e eu social media. Veja bem, ele não tem cara de pessoa simpática à primeira vista e é até um pouco intimidante, mas bastam cinco minutos de conversa pra você se deixar levar pelas histórias de viagens e séries como Sons of Anarchy. Inclusive, ele é ótimo para indicar séries não só como tatuador,

Levando o designer e o amor pela tatuagem lado a lado, confiei um pedaço do meu corpinho para ele, já com a certeza de que iria amar o resultado final. Queria um desenho que representasse meu pai e mãe, então nada melhor do que duas rosas com o detalhe quase imperceptível das iniciais “R” e “M” em cada ponta delas.  Esta abordagem para capturar narrativas pessoais e criar algo novo é predominante no estilo dele como tatuador.
Continue lendo

Por .
10ago 18

NA CHECK-IN BURGUER & BAR TEM DOUBLE DRINK PARA OS PAIS

A nova hamburgueria e bar do bairro da Bela Vista – Check-In Burger & Bar, vai presentear os pais no próximo domingo, com drink em dobro. A casa além de oferecer um cardápio diferenciados de burgers inspirados na gastronomia mundial, tem uma carta de drinks autorais muito atrativa.

Destaque para – Herbal Power foto  (R$30) – Gin Plymouth, infusão de Jasmin, licor St Germanin, manjericão e tônica, Sol na Laje  (R$30) – Whisky Balck Label (12 anos), leite de coco, abacaxi, xarope de banana e noz moscada,  Panacea (R$30) – Rum Bacardi 8 anos, Licor Chartreuse Amarelo, Angostura Bitters e Fever-Tree Ginger Beer, Selva de Pedra (R$ 26) – Cachaça Aguara Ouro, Licor de Zuzu, Licor de Cacau Branco e Vermouth Tinto e Um Pé Cá, um Pé Lá (R$32) – Bourbon Whiskey Wild Turkey & Single Malt 12 anos, Mapple e Bitters, entre outras opções.

Especiais com Gin!

Arapuru / Brasil ( R$26) – Caju, tangerina desidratada e limão Tahiti, Bulldog – Inglaterra ( R$32) –  Morango, blueberry e gotas de baunilha, Malfy – Itália (R$39) –  Limão Siciliano, Citadelle / França (R$33) –  Grapefruit, laranja bahia e limão siciliano e  Hendrick’s /  Escócia (R$45) –  Pepino e manjericão, entre outros. Continue lendo

Por .
08ago 18

DEPENDÊNCIA EMOCIONAL OU RESPONSABILIDADE EMOCIONAL?

Tenho pensado muito sobre a diferença entre responsabilidade emocional e dependência emocional,  na maior parte do tempo em que estamos conversando com outras pessoas, estamos falando de nós mesmos. Embora pensemos que estamos dando uma opinião sobre algo, estamos projetando e atribuindo aos outros a responsabilidade de como nos sentimos. A maioria dos comentários que fazemos sobre os outros são, na verdade, declarações fracas e disfarçadas sobre nós mesmos.

Você não é responsável pelas emoções de outras pessoas e elas não são responsáveis ​​pelas suas. Aprendi recentemente que há força na vulnerabilidade e coragem em ser honesta consigo mesma e isso me fez entender que não posso mudar como alguém se sente, o que posso fazer é  influenciar suas emoções – para o bem ou para o mal – mas, no final das contas, a pessoa decide suas emoções e comportamento.

Eu lutei por um longo tempo até perceber isso, é desgastante tentar fazer os outros se sentirem bem e por que essa tarefa é minha? Foi difícil mudar a crença de que, por ser amiga de alguém eu era responsável por aquela pessoa, e isso vale para relacionamentos amorosos. Sempre tive a sensação de estar fazendo algo errado, não sendo o suficiente, como se precisasse me esforçar mais, amar mais, dar mais. Continue lendo

Por .
06ago 18

A MENSAGEM DE ADORE DELANO

Fui convidada pelo @wmais_ para ir  ao show de uma das minhas drags preferidas de “RuPaul´s Drag Race”, Adore Delano, que veio ao Brasil com a turnê de seu álbum Whatever e se apresentou no Teatro Bradesco. Danny Noriega, 28 anos, foi vice-campeão da sexta temporada, mas soube levar o destaque e os louros como se fosse o verdadeiro ganhador.

Não vou entrar nos méritos do porque o programa é bom e ajuda diversos jovens que buscam identificação e veem no drag uma maneira de se expressar, mas vou falar da responsabilidade social que cada participante carrega como influenciador de uma geração. Adore é uma das participantes mais autênticas e verdadeiras. Dona de uma sagacidade sem igual e extremamente acessível seja durante as pausas de música e outra quando interage com os fãs, ou contando alguma história relacionada as suas canções.  Dificilmente você vai ver uma artista tão completa. Continue lendo

Por .
02ago 18

UM VÍDEO RELATO EMOCIONANTE SOBRE DEPRESSÃO

Um relato sobre depressão

Já escrevi no meu outro blog Eu Sem Filtro, que ter depressão vai muito além de estar deprimido(a). Quando você tem depressão, esses sentimentos tristes se tornam esmagadores e duradouros, afetando a forma como você pensa, como se sente e o que faz. Luiz Souza, 30 anos, é publicitário e viu sua vida aos poucos desmoronar quando entrou em um quadro depressivo, lutando dia após dia contra as implicações da doença ele resolveu fazer um vídeo que mostra como ele tem se sentido e leva esperança para quem passa pela mesma situação.

 

Por .
31jul 18

SERÁ QUE ME ENCAIXO NOS PADRÕES LGBTQ+?

 

Foto por: The Sun

 

Uns meses atrás estava no Twitter quando me deparei com uma digital influencer do mundo LGBTQ+, reclamando que uma outra mina estava se queixando do fato dela não pegar mulheres gordas. Fui lá ler do que se tratava, na verdade a menina postou em um grupo fechado sobre a dificuldade de ser gorda e lésbica, porque além dos padrões impostos pela sociedade ela ainda tinha que lidar com o fato de não se encaixar no padrão lésbico de ser magra, loira, etc.

De repente isso tudo virou uma grande discussão mal interpretada onde as minas que deveriam se unir, acabaram se separando ainda mais. Tenho conversado muito com um amigo gay sobre suas inseguranças, sobre como ele se sente preterido na comunidade LGBTQ+ por não fazer parte do “padrão” considerado ideal para a maioria e como isso o impede de se aproximar de alguns caras por medo de sofrer alguma rejeição. Tudo isso me fez refletir no quanto os padrões impostos pela sociedade heteronormativa já causa angústia e que nem mesmo quem se encaixa em uma das siglas LGBTQ+ se sente plenamente à salvo disso.

Por isso, resolvi conversar com alguns membros da comunidade para entender o sentimento por trás de tantas normas e como isso afetava a autoestima e sua maneira de se relacionar com o outro. Continue lendo

Por .
26jul 18

MONALIZ O SUPLEMENTO QUE AJUDA A INIBIR O APETITE

Eu já falei aqui do meu retorno para os exercícios físicos, o problema maior pra mim nunca foi fazer alguma atividade mas sim todo descontrole emocional que resultava na minha compulsão alimentar. A questão de se recompensar com comida ou se permitir comer aquele docinho e acabar extrapolando, isso sim sempre foi o grande problema.

Por isso, quando recebi  Monaliz – Meu Controle fiquei super feliz, sempre li que quando você toma algum remédio quando para come bem mais, a questão é que o Monaliz é um suplemento e não um remédio. Tomava pouco antes do almoço que é a minha principal refeição e notei a diferença logo na primeira semana. Aquela vontade de comer doce logo depois do almoço já não era a mesma e isso fez toda diferença, até porque ele funciona exatamente assim. Reduz a ansiedade  e normaliza os níveis de glicose e age reduzindo aquela vontade de comer doces e frituras. Continue lendo

Por .
24jul 18

ITENS DE DECORAÇÃO DA SOUPOP

Quem me conhece sabe que demorou muiiiiitoooo mesmo pra eu começar a decorar meu apê. Primeiro porque como uma boa libriana indecisa eu ficava com medo de misturar as coisas e acabar virando uma bagunça. De uns dois anos pra cá comecei a deixar ele com a minha cara, começou com uma parede forrada de quadrinhos e alguns quadros. Agora tudo tem mais vida e mais cor.

Quando falamos em artigos de decoração, parece que tudo vai ser infinitamente caro. Alguns itens além de serem extremamente difíceis de encontrar por aí, acabam não tendo exatamente a nossa cara, no meu caso são os que tem uma pegada mais geek ou retrô. Por isso descobrir a loja colaborativa SouPop foi uma grata surpresa.

Primeiro que eu dificilmente compro camisetas online por causa da modelagem, mas as camisetas da loja ficaram simplesmente incríveis, o tecido é confortável, as estampas criativas e ela se ajusta ao corpo. O mais legal é que tem tanto para as meninas, quanto para os meninos. Continue lendo

Por .
17jul 18

ATELIÊ DE CRÔNICAS: UM LIVRO NO INSTAGRAM

O Instagram fará oito anos em outubro, a rede social é uma das mais fortes entre o público jovem. Com diversas ferramentas para engajar o público, saber como utilizá-la de forma criativa faz toda diferença. É o caso do Ateliê de Crônicas, um perfil dedicado à contar as histórias de Lídia: mãe, avó e escritora autoral.

Ela viu na rede social uma oportunidade de compartilhar suas histórias com um público cada vez mais conectado e que consome informações através de canais digitais. Em uma época em que ler através de kindle e celular, ter um “livro digital” ao alcance de todos é maravilhoso. Continue lendo

Por .